Cuidados que você deve tomar na contratação de “digital influencers”

A publicidade por meio dos influenciadores digitais já movimenta bilhões de reais.

Quem acompanha o “mundo digital” sabe que os influenciadores, youtubers, “blogueiros” têm sido contratados pelas mais diversas marcas, inclusive por pequenos empreendedores locais, para comparecimento em lançamentos, para testes de produtos, e diversas outras formas de publicidade.

A meu ver, é algo que veio pra ficar.

Mas se você está pensando em fazer este tipo de marketing, saiba que há riscos relacionados a diversas áreas do direito (direito do consumidor, direito tributário, direitos autorais, direitos morais e patrimoniais, dentre outros) e você precisa estar ciente.

– Digamos que o influencer que você contratou passe a ter atitudes socialmente repudiáveis, ou atitudes que não combinam com o produto que sua empresa vende ou serviço que presta;

– E se houver alguma punição pelo fato de o influencer não indicar que o conteúdo é publicitário?

– E se o influencer prestar informações falsas ou equivocadas sobre o produto/serviço, valor abaixo do praticado, prometer resultados inverídicos, etc?

– E se o influencer não obtiver o alcance da campanha prometido?

Essas dicas valem para os influencers também.

Consegue perceber a quantidade de riscos jurídicos relacionados a estes tipos de contratos?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: